terça-feira, 19 de maio de 2009

Dois Grandes Inimigos do Relacionamento (por Daniel Beda)

(Tg 4:1) De onde procedem guerras e contendas que há entre vós? De onde, senão dos prazeres que militam na vossa carne? Guerras: é o mesmo que conflitos, brigas, discórdias, inimizades. Segundo este texto, elas procedem dos prazeres, que militam na nossa carne.
Na (NTLH) traduz prazeres como "maus desejos". Todos esses maus desejos nos impedem de termos boas relações com as pessoas. Eles recebem uma forte influencia de dois grandes inimigos que são: O orgulho e o diabo.
1-O primeiro inimigo é o nosso orgulho:
Orgulho, Arrogância, soberba, altivez tem o mesmo significado. Podemos definir radicalmente todas elas em uma linguagem mais simples, como: amor próprio.
O amor próprio: É a relação que o ser humano tem consigo mesmo. Devemos tomar cuidado com esta relação, porque ela não é benéfica para nós, pois no amor próprio o EU é exaltado e protegido.
Por causa do meu orgulho, tudo deve ser de acordo com aquilo que EU desejo, de acordo com aquilo que eu planejei, segundo o meu conceito. Se não for dessa forma EU fico magoado, frustrado, entristecido, desanimado, EU me sinto ameaçado e tenho uma reação negativa. Minhas expectativas, meus projetos, nada pode me ameaçar, pois eu vou fazer de tudo para me proteger. Através dessa atitude o amor próprio fica exposto e o EU é denunciado. Tudo o que se refere ao amor próprio é nocivo para nós.
É por causa do orgulho que acontecem as brigas, contendas, discórdia entre os irmãos. (PV 13:10) Da soberba só resulta a contenda, mas com os que se aconselham se acha a sabedoria. A (NTLH) diz: O orgulho só traz brigas.
A palavra de Deus tem nos mostrado que esta é a causa da ruína de muitos discípulos. Em (PV 16:18) Diz que: A soberba precede a ruína, e a altivez do espírito, a queda. Na (NTLH) este texto é traduzido da seguinte forma: "O orgulho leva a pessoa à destruição, e a vaidade faz cair na desgraça".
O alvo da pessoa orgulhosa é satisfazer os seus desejos e também os desejos do diabo. Jesus disse para os fariseus em (JO 8:44) Vós sois do diabo, que é vosso pai, e quereis satisfazer-lhe os desejos.
Ninguém consegue seguir a Jesus com a atitude de orgulho no seu coração. Certa vez, Jesus convocou a multidão e os seus discípulos e disse: (MC 8:34) Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue. Negar a si mesmo significa: renunciar o orgulho.
2-O segundo inimigo é o diabo:
(JO 10:10) O ladrão vem somente para roubar, matar e destruir; eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância.
Jesus chamou o diabo de ladrão porque o ladrão tem a intenção de roubar, matar e destruir. E esta também é a intenção do diabo, ele quer roubar, matar e destruir todas as pessoas, mas principalmente os discípulos de Jesus. Infelizmente isso tem acontecido, pois muitos discípulos têm deixado o diabo, roubar, matar e destruir.
Roubar: a paz, os amigos, a fé, a esperança.
Matar: morte significa separação. O diabo quer separar o homem da presença de Deus. Separar os melhores amigos, separar os irmãos, separar as famílias.
Destruir: Tudo o que Deus está edificando.
Temos que deixar de lado toda a discórdia, inimizades, contendas, gritarias, pois onde existem essas coisas, também existem demônios atuando. (EF 4:27) diz que: não devemos dar lugar ao diabo.
Precisamos discernir tudo isso, e rapidamente nos humilharmos e nos reconciliarmos com as pessoas, pois só assim podemos experimentar o poder de Deus. Paulo declarou em (GL 5:24) que os que são de Cristo Jesus crucificaram a carne, com as suas paixões e concupiscências.
(EF 4:31-32) Longe de vós, toda amargura, e cólera, e ira, e gritaria, e blasfêmias, e bem assim toda malícia. Antes, sede uns para com os outros benignos, compassivos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus, em Cristo, vos perdoou.