quinta-feira, 9 de julho de 2009

O poder de uma vida resolvida - Mateus 5.37


A medida que o tempo passa, podemos definir que as pessoas que concluíram seu passado e vivem no presente por princípios, lemas, votos e resoluções são as pessoas que causam mais impacto em sua existência.

Uma das coisas que nós filhos de Deus precisamos constantemente é tomar decisões. Watchman Nee afirma que quanto mais espiritual é o homem de Deus, mais SIM e NÃO haverá em sua vida, esta atitude aponta para aquele que amadureceu em Deus, alguém de convicção, de posicionamentos claros. Por isso, quando Jesus fala do SIM e do NÃO, ele não está preocupado apenas com a questão da mentira. Mas com a questão de uma vida definida.

O que é uma pessoa resolvida? É alguém que já definiu o quer para sua vida, para a sua família, para o seu ministério. Alguém que tem um projeto de vida e sabe não apenas para onde está indo, mas também sabe o caminho que deve trilhar para chegar lá.

Ser resolvido, implica não apenas em algumas áreas da vida, mas um estilo de vida onde tornamo-nos pessoas resolvidas. O Senhor Jesus falou que na vida do crente ele precisa ser sempre SIM, sim e NÃO, não. O que significa que não pode haver em nós espaço para dúvidas. Mesmo que não tenhamos a compreensão completa das coisas, em nosso espírito precisa haver o SIM e o NÃO. Toda vez que nós fugimos desse padrão o diabo encontra espaço para agir em nossa vida, em nosso casamento ou em nosso ministério.

QUAIS SÃO AS MARCAS DE UMA PESSOA NÃO RESOLVIDA?:

a- Vivem na Inércia:

Pessoas não resolvidas estão sempre para fazer algo, que não fazem. A vida fica paralisada, a pessoa vive uma constante inércia. Toda decisão tem que ter um começo. Sem começo não há decisão, e sem decisão não há começo de nada. Decisão não é apenas boa intenção. Boa intenção é a sepultura dos inertes que não fazem nada além de falar, falar e falar... Sem decisão toda boa intenção é morta!

b- Vivem na Oscilação (Tg. 1.7-8):

São pessoas que vivem numa constante gangorra espiritual, ora está em cima, ora está em baixo. Num dia fala algo com tanta convicção que é capaz de arrebatar a todos junto com ele. No dia seguinte está deprimido e pensando em abandonar tudo. Seu comprometimento dura uma ou duas semanas.

c- Vivem na Indefinição:

Indefinição é o estar sempre “em cima do muro”, a pessoa tem medo de se posicionar. O covarde que não entrará no Reino dos Céus, covarde é todo aquele que teme decidir pelo bem revelado, pois achou mais segurança no mal como estabilidade. Porquanto pecado não é só fazer o mal, o deixar de fazer o bem também é pecado. “Portanto, aquele que sabe que deve fazer o bem e não o faz, nisso está pecando” (Tg 4:17). Essa situação de indefinição e medo de se definir drena as energias e a pessoa entre em situação de esgotamento.

POR QUE MUITOS TEMEM TOMAR DECISÕES?:

• Porque não querem assumir responsabilidades.

• Porque não querem arcar com as conseqüências

• Porque não querem cobrança

Você precisa ser uma pessoa resolvida. Mas isso é impossível senão houver uma visão correta de Deus, do governo e da soberania de Deus em nossas vidas. Todo homem de Deus na Bíblia e fora da Bíblia eram pessoas com a vida resolvida. Essa é uma característica comum a todos: tinham convicção, sabiam o que queriam, e muitas vezes decidiram coisas em suas vidas para 20, 30 anos e até o final da vida.

EXEMPLOS DE PESSOAS RESOLVIDAS:

Vemos na Palavra de Deus, exemplos de homens que resolveram suas vidas, que resolveram não se contaminar com o que o mundo desejou lhes oferecer, homens que deram seu tempo, sua vida pela causa do Senhor e que foram aprovados por Deus, podemos citar pelo menos três:

Daniel (Dn. 1.1-8),

Paulo (At.19.21)

e o Senhor Jesus (Mt. 26.36-46).

Jesus é o nosso referencial máximo de uma pessoa cuja vida era resolvida desde o início. Você não encontra Jesus em crise ministerial. Você não encontra Jesus lamentando-se de nada. Você não encontra Jesus reclamando do peso da obra. Você não encontra Jesus pensando em desistir. Muitos acham que Jesus só decidiu pela cruz no Getsêmani. Mas a vida toda de Jesus ele caminhou para cruz. Muitas vezes quiseram matá-Lo e Ele fugiu no meio da multidão, pois sabia a forma que iria morrer; Outras vezes quiseram pegá-lo a força para torná-lo rei e ele se retirou de barco para o outro lado. O destino dele era a cruz. Da mesma forma, o Senhor espera que sejamos homens resolvidos. Resolvidos ministerialmente. Resolvidos familiarmente. Resolvidos nos relacionamentos. Resolvidos no nosso projeto de vida. Para que assim cumpramos Seu propósito.