segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Santidade como Hábito - Hb. 12.14

CLIQUE AQUI E BAIXE ESSA MENSAGEM EM ÁUDIO

INTRODUÇÃO:

Samuel Smiles assim se expressou, no início do século XX:

· Plante um pensamento e você colherá uma ação;

· Plante uma ação e colherá um hábito;

· Plante um hábito e colherá um caráter;

· Plante um caráter e colherá um destino.

Passamos dos pensamentos à ação, desta ao hábito; e os hábitos dão forma ao nosso caráter.

SEU DESTINO É CONTROLADO POR SEUS HÁBITOS E PENSAMENTOS.

Um hábito é uma tendência estabelecida ou uma maneira usual de comportamento adquirido pela repetição constante ao longo do tempo.

“Uma contínua inclinação, frequentemente inconsciente, para fazer determinada atividade, adquirida através de freqüente repetição”. Dicionário Webster II

Rick Warren disse que são necessárias pelo menos seis semanas para estabelecer um hábito.

Quando um hábito é criado, um caráter é formado. O caráter é a soma total das atitudes habituais e qualidades de uma pessoa. Quando há uma grande mudança de hábito, a parte do caráter correspondente também muda.

Ex: se uma pessoa mente constantemente, seu caráter torna-se indigno de confiança. Se ela fala sempre a verdade, tem um caráter totalmente confiável.

Se você deseja ser uma pessoa com um caráter santo, precisa identificar e desenvolver hábitos pessoais santos.

ENTENDENDO O DISCIPULADO

• Crentes maduros são chamados DISCÍPULOS.

• Não posso ser um discípulo sem ser DISCIPLINADO.

• Quanto mais disciplinado eu me torno, MAIS DEUS ME USA.

• A marca do discípulo é LEVAR A CRUZ.

“Quem não leva a sua cruz, e não me segue, não pode ser meu discípulo”. Lc 14.27

E isso deve ser feito DIARIAMENTE.

Fui crucificado com Cristo. Assim, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. A vida que agora vivo no corpo, vivo-a pela fé no filho de Deus, que me amou e se entregou por mim”. Gl 2.20

O que está envolvido em “tomar a cruz”? Em qualquer situação dar a Cristo o primeiro lugar em minha vida.

Eu me torno um verdadeiro discípulo de Cristo, desenvolvendo os hábitos do discípulo.

São vários os bons hábitos de um discípulo: Tempo com a Palavra de Deus; Oração; Dizimar; Comunhão com o povo de Deus, etc.

HÁBITO SANTO 1: CRIE SEU HÁBITO DEVOCIONAL

“Mas o homem que observa atentamente a lei perfeita, que traz a liberdade, e persevera na prática dessa lei, não esquecendo o que ouviu mas praticando-o, será feliz naquilo que fizer”. Tg 1.25

Qual é o centro de sua vida? Seu trabalho? Casamento? Família? Igreja? Seu lazer? Seu dinheiro? Qualquer que seja o centro de sua vida, você deve passa-lo para o segundo lugar, para que o Senhor e seu tempo com ele possam reinar como figura central.
Quem é a pessoa mais importante para você? JESUS. Então ele tem a prioridade sobre todos e sobre tudo.

Definição: Hora tranqüila é o momento diário que eu separo para estar a sós com Deus com a finalidade de conhece-lo através da Bíblia e da oração.


A IMPORTÂNCIA DA HORA DEVOCIONAL

O seu tempo a sós com Deus deve ter prioridade máxima na sua agenda por 4 razões:

1. Nós fomos criados para ter comunhão com Deus.

“Eis que estou à porta e bato. Se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei e cearei com ele, e ele comigo”. Ap 3.20

2. Jesus foi fortalecido através de seu tempo pessoal com Deus.

“Mas Jesus retirava-se para lugares solitários, e orava”. Lc 5.16

3. Jesus morreu para tornar possível a comunhão com Deus.

“Fiel é Deus, o qual os chamou à comunhão com seu Filho Jesus Cristo, nosso Senhor”. 1 Co 1.9

4. Pessoas que foram efetivas em servir a Deus, desenvolveram esse hábito.

Ex: Abraão, Moisés, Davi, Daniel, Paulo e outros.

“Quando Daniel soube que o decreto tinha sido publicado, foi para casa, para o seu quarto, no andar de cima, onde as janelas davam para Jerusalém e ali fez o que costumava fazer: três vezes por dia ele se ajoelhava e orava, agradecendo ao seu Deus”. Dn 6.10

O PROPÓSITO DA HORA DEVOCIONAL

1. Dar devoção a Deus

“Atribuam ao SENHOR a glória que o seu nome merece; adorem o SENHOR no esplendor do seu santuário”. Sl 29.2

2. Receber direção de Deus

“Mostra-me, SENHOR, os teus caminhos, ensina-me as tuas veredas; 5 guia-me com a tua verdade e ensina-me, pois tu és Deus, meu Salvador, e a minha esperança está em ti o tempo todo”. Sl 25.4-5

3. Deleitar-se em Deus

“A tua presença me enche de alegria e me traz felicidade para sempre”. Sl 16.11]

Quanto mais eu conheço ao Senhor, mais eu o amo!

4. Crescer diariamente com Deus

“Seu divino poder nos deu tudo de que necessitamos para a vida e para a piedade, por meio do pleno conhecimento daquele que nos chamou para a sua própria glória e virtude. Dessa maneira, ele nos deu as suas grandiosas e preciosas promessas...” 2 Pe 1.3-4

DICAS PARA INICIAR OU MELHORAR SEU HÁBITO DEVOCIONAL:

1. Escolha o local

Deve ser confortável, absolutamente quieto e o mais particular possível. Quarto, sala, banheiro, escritório.

2. Separe o horário

Você sabe o seu melhor horário, mas certamente as primeiras horas da manhã são as “horas da santidade”. Isto pode significar alterações na rotina, como ir mais cedo para a cama ou diminuir as horas de sono.

Você não tem quer ser legalista, considerando-se as emergências, o cansaço e as situações inesperadas. Porém, seja qual for a hora que você escolher, seja consistente.

3. Organize sua agenda

Comece pela coisa mais fácil, mais motivadora e que desperte seus sentidos. Talvez com um CD de louvores, lendo um trecho de uma biografia, ou mesmo com uma oração. Cuidado para não dormir. Tenha uma lista com nomes de pessoas por quem orar. Mas nada deve substituir a oração e a leitura da Bíblia.

Se você falhar um dia ou uma semana, ou mesmo um mês, prepare-se para reiniciar esse hábito santo e retorne. Não tente recuperar o tempo perdido, apenas siga em frente. Não se culpe. Não seja legalista. Não desista.

Lembre-se: nenhum relacionamento dura muito tempo se estiver baseado apenas na culpa e na obrigatoriedade.

4. Inicie com atitudes corretas

• Reverência - “Aquietai-vos, e sabei que eu sou Deus” Sl 46.10

• Expectativa - “Se alguém quiser fazer a vontade de Deus, saberá se o meu ensino vem de Deus” Jo 7.17

• Desejo de obedecer - “Abre os meus olhos para que eu veja as maravilhas da tua lei”. Sl 119.18

HÁBITO SANTO 2: MEDITE NAS ESCRITURAS

Eu creio que o Espírito Santo é o transformador por excelência de nossas vidas, mas ele utiliza a Bíblia como sua ferramenta principal de transformação. Paulo disse: “transformem-se pela renovação da sua mente”. Rm 12.2b

A transformação começa na mente do cristão, e não em seu comportamento. Nós agimos de acordo com aquilo que cremos. O que eu penso determina o que eu faço. A minha mente deve pensar exatamente o que a Bíblia ensina.

A transformação é um processo. Por isso, Paulo escolheu a palavra “renovação”, que literalmente significa “tornar novo outra vez”, outra vez e outra vez. O cristão deve tornar sua mente nova repetidamente, até que cada pensamento da “antiga maneira de pensar tenha sido extirpado e tudo que faz parte da “nova” (bíblica) maneira de pensar tenha sido firmemente plantado e tenha criado raiz.

A transformação ocorre pela renovação da nossa mente pela Bíblia, mas não apenas pela leitura dela. Embora a leitura bíblica influencie nossa vida de muitas maneiras maravilhosas, a transformação só ocorre quando nossa mente é mudada, deixando de acreditar numa mentira para crer na verdade.

D.L. Moody disse: “A Bíblia não foi dada para nossa informação, mas para nossa transformação”.

Portanto, não leia a Bíblia buscando apenas informações; leia-a para a transformação por meio da renovação de sua mente.

Meditação é focar minha atenção sobre o texto bíblico, para descobrir como posso aplicar suas verdades à minha vida.

POR QUE MEDITAR NAS ESCRITURAS?

1. É a forma básica para eu me tornar semelhante a Jesus.

“Mas todos nós...refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem...” 2 Co 3.18

2. É um meio de ter as orações respondidas.

“Se vocês permanecerem em mim, e as minhas palavras permanecerem em vocês, pedirão o que quiserem, e lhes será concedido”. Jo 15.7

3. Para alcançar uma vida vitoriosa.

“Não deixe de falar as palavras deste Livro da Lei e de meditar nelas de dia e de noite, para que você cumpra fielmente tudo o que nele está escrito. Só então os seus caminhos prosperarão e você será bem-sucedido”. Js 1.8

CONCLUSÃO:

Oração de Compromisso - “Pai, eu sei que fui criado para ter comunhão contigo. Obrigado por esse privilégio através de Cristo e sua morte na cruz. Eu sei que minha comunhão diária contigo é a coisa mais importante de minha vida. Nesse momento, eu quero me comprometer em usar esse tempo diário na tua presença. Através da leitura da tua Palavra e da oração estarei me fortalecendo como cristão. Confio em teu cuidado e no teu poder para me ajudar a permanecer nesse santo propósito. Em nome de Jesus, amém!”.