sexta-feira, 6 de novembro de 2009

QUEM É O HOMEM? Gênesis 1.26,27; 2.4-25

Vivemos numa época em que muitas teorias são propostas, visando explicar a origem e a natureza do homem. É importante que se conheça o ensino bíblico a respeito do ser humano. Através da bíblia, você encontrará a resposta e a orientação do próprio Deus sobre a origem, natureza e finalidade da existência do homem sobre a face da terra.

1) A ORIGEM DO HOMEM

· Os dois primeiros capítulos de Gênesis fornecem a descrição bíblica, no tocante à criação do homem. As duas narrativas nos apresentam o seguinte:

o O homem é uma criatura

§ O fato de o homem ter sido formado do pó da terra por Deus caracteriza bem a sua existência como criatura e ao mesmo tempo o adverte quanto a fraqueza e a mortalidade do ser humano. Como criatura, ele é dependente de seu Criador.

o O homem é a mais elevada de todas as criaturas de Deus

§ Ele é chamado a “coroa da criação”, não penas por ter sido o último a ser criado, mas pela sua própria natureza.

§ O homem foi feito à imagem e semelhança de Deus. Possui qualidades de Deus. Esse fator explica porque o homem pode manter comunhão com Deus, seu criador.

o O ser humano foi criado um ser inteligente

§ Gênesis 2.16-20 cita uma série de atribuições dadas ao homem que demonstram toda sua capacidade racional.

§ Todos nós somos capacitados por características racionais e emocionais que nos fazem superiores aos animais.

o O ser humano foi criado um ser moral

§ Deus o fez como ser responsável, com liberdade de escolha.

§ Deus cria e dá a responsabilidade e liberdade ao ser humano por suas escolhas. Basta olhar os acontecimentos de Gênesis 3 e entender a liberdade humana e suas conseqüências.

o O ser humano, como criado por Deus, é bom.

§ Depois de realizar a criação de todas as coisas, inclusive a do homem, E Deus viu tudo o que havia feito, e tudo havia ficado muito bom” (Gn. 1.31). O ser humano, como criado por Deus, é bom. Sua imagem foi desfigurada por suas escolhas erradas (pecado), mas pode ser reabilitada pela regeneração e conversão ao Senhor Jesus Cristo.

2) A CONSTITUIÇÃO DO HOMEM

· O ser humano é uma unidade dinâmica. Não podemos separá-lo em compartimentos. O fato de a Bíblia mencionar corpo, alma e espírito como elementos do ser humano não significa que cada um desses elementos tenha existência própria, independente do outro.

o São aspectos diferentes da natureza do homem, mas são partes integrantes do homem como um todo.

· A natureza física

o Corpo é a descrição do ser humano como organismo constituído, como um todo, uma unidade.

o As funções psíquicas e espirituais estão ligadas à idéia de um organismo corporal (Sl. 104.29-30)

§ Não existe existência humana sem corpo. Por isso se torna necessário a ressurreição.

o Um aspecto que você deve considerar com toda a seriedade é a dignidade do corpo humano.

§ ICo. 6.19-20: Acaso não sabem que o corpo de vocês é santuário do Espírito Santo que habita em vocês, que lhes foi dado por Deus, e que vocês não são de si mesmos? Vocês foram comprados por alto preço. Portanto, glorifiquem a Deus com o seu próprio corpo.

§ Por ser o templo do Espírito Santo devemos tê-lo sempre em condições de santidade e pureza, evitando-se a contaminação de vícios e imoralidade.

· A natureza espiritual

o As palavras alma e espírito descrevem a natureza espiritual do homem como uma alma.

§ Alma designa a vida no seu grau mais elevado. Ela é a sede da personalidade, das emoções do ser humano.

§ Espírito é o fôlego da vida (Gn. 2.7: Então o SENHOR Deus formou o homem httpdo pó da terra e soprou em suas narinas o fôlego de vida, e o homem se tornou um ser vivente.). é a descrição da parte à qual Deus colocou vida no homem e, por isso, seria a interlocutora entre Deus e o ser humano.

O homem é um ser vivo como os outros animais. Sua diferença está nos atributos espirituais que recebeu de Deus.

3) A RELAÇÃO DO HOMEM COM DEUS

· O ser humano, por ser criatura, depende de Deus

o O homem, como um todo, pertence a Deus.

o Sua existência como ser livre, inteligente, responsável, deve-se única e exclusivamente a Deus.

o Deus sempre interpela o homem, sobre o exercício de sua liberdade. (Gn. 3.9-13). De que modo você tem usado sua liberdade?

· A recusa do homem em reconhecer a sua relação com Deus

o De acordo com sua própria natureza, o homem sente necessidade de filiação com Deus e comunhão com seu próximo, mas não consegue alcançar essa finalidade por si mesmo, devido à operação do pecado que pertence a sua natureza.

· O homem natural está perdido

o Quando a Bíblia fala em homem natural, significa o homem afastado de Deus e dominado pelo pecado.

o A necessidade de conversão origina-se no fato de o homem se encontrar perdido.

§ Perdido revela a compreensão do ser humano confuso e frustrado. Pessoa com falso senso de valores, se entregando a coisas sem significado.

· Há salvação em Jesus Cristo

o Através de Jesus Cristo, o homem natural pode tornar-se parte integrante de uma nova criação.

o Reconciliar significa remover barreiras, aproximar novamente.

o Jesus nos aproxima novamente de Deus. Através d’Ele, somos feitos membros da família de Deus, na categoria de filhos.

4) CONCLUSÃO

· Precisamos compreender nossa condição, para desfrutarmos de nossa realidade diante de Deus.